Ir para conteúdo

Angústia masculina: altura e cor da pele influenciam no tamanho do pênis?

Será que a cor da pele pode influenciar no tamanho do pênis? Qual a relação? A pergunta é alvo de pesquisas, divide opiniões e parece não ser tão facilmente respondida, pois, em geral, homens que procuram médicos são examinados com os pênis flácidos e não eretos e os que aceitam participar por livre e espontânea vontade de análises de medições, sugerem alguns pesquisadores, costumam ser mais bem resolvidos em relação ao aspecto de sua genitália, o que pode indicar que tenham pênis maiores e com isso afetem os resultados.

Segundo uma pesquisa britânica publicada em 2015 na revista científica BJU International, especializada em urologia, e que reuniu diversos especialistas para revisar 17 dos melhores estudos que se relacionam com esse tema e que juntos totalizam 15 mil investigações, o que se constatou foi que, independente de cor de pele, país, ou idade entre adultos, o pênis de um homem mede, em média, 13 cm de comprimento quando duro e 9 cm em repouso. Já a circunferência média fica em cerca de 9 cm (mole) e 11 cm (levantado).

Os que ultrapassam os 16 cm em ereção representam menos de 5%, e os inferiores a 11 cm, 10%. “Para se despreocupar, pode se considerar normal quando ereto desde 10-11 cm até 20-22 cm. Já o tamanho do micropênis, que aí sim seria patológico, fica em torno de 4-5 cm ereto. Os negros são tidos como tendo pênis maiores, mas também existem negros com pênis pequenos”, explica Christian Fuhro, urologista da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo.

Tamanho varia e não tem precisão

Rodolfo Favaretto, urologista pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da USP (Universidade de São Paulo) cita que, de acordo com alguns trabalhos, os pênis de pacientes negros poderiam apresentar um tamanho discretamente maior que o de outras etnias.

Em 2017, um artigo acadêmico da UERJ (Universidade do Estado do Rio de Janeiro) publicado na revista International Journal of Impotence Research propôs que o comprimento médio do pênis do homem autodeclarado negro tem 16,5 cm enquanto o do autodeclarado branco 15,8 cm. As medidas estão acima da média dos 13 cm e correspondem a pênis de participantes brasileiros, que em sua maioria e de ambas as cores declararam estar satisfeitos como são.

Porém, no estudo britânico de 2015 não foi constatado que pênis negros tenham dimensões diferentes de brancos, ou mesmo asiáticos, que segundo Fuhro também podem ser grandes. Para os médicos, os principais fatores que influenciam no desenvolvimento do pênis são os hormônios e a genética.

Vale lembrar que problemas de ansiedade, pressão atmosférica, clima quente e frio, grau de excitação, uso de medicamentos e até mesmo inflamações podem alterar momentaneamente o comprimento e a grossura do pênis.

O excesso de gordura na região púbica pode deixar o órgão mais “embutido” e não existe comprovação científica de que traços físicos, como altura, ou mesmo tamanho das mãos e dos pés tenham alguma associação com o tipo de pênis.

Pênis muito grande requer cuidados

Se para alguns ter um pênis bem dotado pode soar como vantagem, para os médicos quanto maior o tamanho maior o risco de sofrer traumas, principalmente na hora do sexo. “Existe uma chance grande de esse pênis ‘dobrar’ sobre si mesmo e lesionar tanto os corpos cavernosos como a uretra. Consequentemente, a fratura pode evoluir para doença de Peyronie, uma tortuosidade peniana que impede sua elasticidade e dificulta a ereção”, esclarece Favaretto.

Alex Meller, urologista da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) e do Hospital Israelita Albert Einstein (SP) complementa que, quando muito longo, o pênis também pode apresentar dificuldade durante a penetração e, se não tiver uma boa vascularização, não conseguir se manter ereto.

“Do ponto de vista da relação sexual, o pênis grande pode ainda incomodar mais e causar dor se houver tentativa de forçar sua entrada no canal vaginal e que pode não ser completa, dependendo da anatomia desse canal e da posição que ele entrou”, diz.

Preocupação em excesso faz mal

Como tudo que está fora do padrão pode gerar descontentamento, com o pênis não seria diferente. De acordo com os médicos, a apreensão de alguns homens em razão do “tamanho” do órgão é tão grande (principalmente entre os que assistem pornografia e se atentam ao desempenho dos atores) que eles criam uma percepção distorcida do próprio corpo, o que consequentemente pode levá-los a um quadro de transtorno dismórfico corporal peniano.

Quem sofre desse transtorno, mesmo tendo um pênis dentro da média e saudável, fica o tempo todo procurando nele problemas, a ponto de se medir com frequência, evitar se envolver sexualmente e, em casos mais graves, testar procedimentos amadores de internet e buscar meios de conseguir uma cirurgia de aumento peniano.

Se este for o seu caso, a recomendação dos médicos é procurar ajuda psiquiátrica e de um urologista o quanto antes.

“A questão do tamanho do pênis é muito subjetiva. Por isso, vale o alerta de que técnicas de aumento peniano são, na sua maioria, uma ilusão e enxertos ou aplicações de substâncias desastrosas, no resultado final, podem levar a deformidades bizarras”, conclui Christian Fuhro.

Participe de pesquisa online da USP sobre comportamento sexual

Para entender o comportamento sexual em diversas regiões do mundo, o IPq (Instituto de Psiquiatria) do Hospital das Clínicas da FMUSP (Faculdade de Medicina da USP), ao lado de outros 45 países, está realizando um grande estudo sobre o tema. A ideia é examinar diferentes comportamentos sexuais, incluindo aspectos positivos, como a satisfação e o desejo sexual, e os negativos, como os riscos e problemas do funcionamento sexual.

Um dos questionários já está disponível e pode ser respondido até o final de março de 2022 —qualquer pessoa a partir de 18 anos pode participar: clique aqui para responder ao questionário.

UOL. Viva Bem. 20.4.2022.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: