Ir para conteúdo

Você sabe o que é a síndrome de Dorian Gray

Comportamento tem nome inspirado no clássico de Oscar Wilde

No livro O Retrato de Dorian GrayOscar Wilde narra a história de um homem hedonista e narcisista, tão preocupado com a manutenção da sua juventude que fica fascinado com a imortalização de seu retrato ainda jovem. Ele expressa o desejo de que o retrato envelheça em seu lugar – e é isso o que acontece, permitindo que o personagem continue a perseguir seus prazeres e paixões da flor da idade.

O personagem é tão marcante na literatura e na psicologia que acabou influenciando o nome de um fenômeno cultural e social: a Síndrome de Dorian Gray. Ela é caracterizada por um orgulho masculino extremo com sua aparência e dificuldades em lidar com a maturidade do envelhecimento.

A Síndrome de Dorian Gray é caracterizada por diversos sintomas que se sobrepõem, combinando-se com diagnósticos de dismorfofobia, traços narcisistas e a imaturidade de um desenvolvimento interrompido, frequentemente identificado em parafilias – um distúrbio caracterizado por práticas sexuais socialmente não aceitas.

Para preservar o viço da juventude, estes homens tendem a consumir cosméticos, realizar cirurgias plásticas ou procedimentos estéticos, além de consumir drogas contra impotência sexual. Provavelmente tudo o que o próprio Dorian Gray teria feito com as modernidades disponíveis hoje.

História e causas da Síndrome de Dorian Gray

A primeira vez em que este termo foi utilizado ocorreu em um simpósio sobre a busca irreal dos homens pela juventude eterna e a perfeição física. Intitulado The Dorian Gray Syndrome: Psychodynamic Need for Hair growth restorers and others “fountains of youth” [A Síndrome de Dorian Gray: A necessidade psicodinâmica de restauradores de crescimento capilar e outras “fontes da juventude” foi apresentado em 2001, quando os primeiros estudos deste fenômeno foram conduzidos.

Esta síndrome específica surge a partir do encontro e sobreposição de noções clínicas de transtorno de personalidade narcisista, dismorfofobia e parafilia. Em termos psicodinâmicos, o homem com Síndrome de Dorian Gray apresenta as seguintes características:

Tendências narcisistas: a idealização da beleza eterna;

Desenvolvimento interrompido: uma incapacidade de amadurecer psicologicamente;

Adoção de um “estilo de vida médico”: restauração capilar, uso de drogas (principalmente para impotência, perda de peso e estabilizadores de humor), procedimentos estéticos e cirurgias plásticas para se manter jovem.

Sintomas e consequências psicológicas

Quer saber se você (ou um amigo) tem a tal da Síndrome de Dorian Gray? Fique atento aos seguintes sinais:

Sintomas de dismorfofobia: ter uma obsessão e acreditar que o seu corpo ou uma parte dele tem falhas graves e que precisa de medidas drásticas para escondê-las ou corrigi-las.

Desenvolvimento interrompido: aqui estamos falando do desenvolvimento psicológico, de alguém que nunca conseguiu superar determinada fase da vida, como a adolescência ou os primeiros anos da vida adulta. No Brasil há um termo popular conhecido como “adultescente”. É diferente da Síndrome de Peter Pan, na qual o indivíduo estaciona na infância.

Fazer ou ter feito uso de pelo menos dois destes produtos ou serviços estéticos: restauração de crescimento capilar, drogas para perda de peso, drogas para combater a impotência sexual, antidepressivos sem uma recomendação psiquiátrica, procedimentos estéticos, cirurgia plástica.

Casos mais graves da Síndrome de Dorian Gray podem levar a deformações causadas pelo excesso de intervenções estéticas, intoxicação pelo uso indevido de drogas, depressão e até mesmo crises suicidas. Nestes casos, o acompanhamento psicológico, e em alguns casos psiquiátrico, é recomendado para o tratamento adequado. 

Em uma sociedade tão obcecada com aparências e a juventude eterna, é provável que este fenômeno se torne cada vez mais comum. Entender o nosso ciclo de vida, aceitar e abraçar a inevitabilidade do envelhecimento é o primeiro passo para não cair em uma obsessão que não tem um desfecho lá muito bom. Oscar Wilde já nos avisou disso.

Dark Blog.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: