Ir para conteúdo

A mensagem deste bilhete curto é o segredo da felicidade, segundo Einstein

Albert Einstein (Foto: Pixabay)

A mensagem deste bilhete curto é o segredo da felicidade, segundo Einstein

Albert Einstein é conhecido por desvcobrir a teoria da relatividade, entre muitas outras conquistas que mudaram a cifvência. Mas você sabia que o físico também se interessava pela busca da felicidade e por saúde mental? A jornalista Jessica Stillman, do Inc., escreveu sobre o tema.

Em 1922, um ano após ser laureado com o Prêmio Nobel, o físico viajou para o Japão e se via constantemente rodeado de admiradores curiosos. Aparentemente, desde essa época ele já se questionava sobre a felicidade, porque entregou bilhetinhos filosóficos a um mensageiro de hotel em vez de gorjetas. Em um deles, escreveu: “Uma vida calma e modesta traz mais felicidade do que a busca pelo sucesso combinada a constante inquietação.”

Não sabemos as motivações por trás do bilhete — talvez ele só estivesse sem troco para dar gorjetas —, mas a sua assinatura valeu e muito: em 2017, o bilhete, agora em posse de um familiar do mensageiro, foi leiloado por US$ 1,56 milhão (R$ 8,8 milhões).

É difícil chegar a um consenso acerca do conceito de felicidade. Outro laureado pelo Nobel, Daniel Kahneman apontou que muitas vezes, quando as pessoas falam de felicidade, elas estão descrevendo uma sensação momentânea, como o que sentem quando comem uma fatia de bolo de chocolate ou brincam com um filhote de cachorro. Outras vezes, querem falar de algo como satisfação ou o senso de contentamento que se tem ao conquistar algo importante.

Comumente, estas duas formas de felicidade entram em conflito. Ir atrás de grandes sonhos e enfrentar obstáculos pode fazer com que você se sinta derrotado em certos momentos. Brincar com cachorros (ou comprar coisas incríveis) pode trazer uma boa sensação, mas deixar um sentimento de vazio, se tudo o que tiver na vida forem estes breves instantes.

Há também algo chamado riqueza psicológica, que se refere a outra forma de felicidade, encontrada quando se tem experiências variadas. É a alegria sentida ao perceber que se viveu muito do que o mundo pode oferecer.

Tudo isso indica que existem múltiplas definições de felicidade, e cada um de nós deve decidir qual delas buscar. Einstein compreendia isso e deixou claro em seu bilhete — indicando dois caminhos: sucesso ou contentamento.

17 palavras são um bom começo

A felicidade é sobre equilíbrio. Buscá-la demais pode trazer solidão e tristeza. Não buscá-la o suficiente pode causar arrependimento. E tudo depende de como você avalia o progresso: está levando em consideração réguas internas, como sabedoria, ou externas, como glória e dinheiro?

Em seu bilhete, Einstein mostrou algo que devemos ter em mente: a felicidade não é um conceito simples, que pode ser resumido em 17 palavras. Cada um de nós definirá esse sentimento por si — e essa definição pode mudar com o tempo. Seja qual for a explicação, tenha em mente que é uma busca eterna.

Revista Pegn. 31.12.2021

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: