Ir para conteúdo

Conheça algumas profissões que mais causam depressão

Desde 2014 a Associação Brasileira de Psiquiatria – ABP, em parceria com o Conselho Federal de Medicina, organiza nacionalmente o Setembro Amarelo.

O dia 10 deste mês é oficialmente o dia Mundial de Prevenção ao Suicídio, mas a campanha acontece durante todo ano. 

O índice de suicídios é de aproximadamente 12 mil todos os anos no Brasil, e de mais de 1 milhão no mundo de acordo com a Organização Mundial de Saúde – OMS.

É uma triste realidade que registra cada vez mais casos, principalmente entre os jovens. 

O setembro amarelo tem o objetivo de prevenir e reduzir estes números e, pensando nisto, na matéria de hoje vamos listar as principais profissões que mais causam a depressão

Existem alguns fatores no ambiente de trabalho que geram estresse no trabalhador e ele nem tem ciência que isso pode afetar sua qualidade de vida e pode causar uma grave doença, como por exemplo, rotinas exaustivas, pressão por excelentes resultados e a necessidade de melhorar continuamente o desempenho. 

De acordo com a OMS, a depressão está em 2° lugar entre as principais causas de incapacidade para o trabalho no mundo. 

O estresse ocupacional é causado pelo ritmo frenético que nós temos hoje em relação a tudo, principalmente no trabalho, cobrança excessiva de metas e os conflitos que existem no próprio mundo do trabalho implicam o estresse ocupacional. 

Como posso identificar este problema? 

O primeiro passo é diferenciar a tristeza da depressão.

A tristeza é apenas um estado momentâneo, já a depressão é uma psicopatologia que leva as pessoas a viver um estado constante de desconforto e angústia.

Trata-se de uma doença grave e que precisa ser diagnosticada e tratada por um profissional. 

Depressão

São várias as maneiras que a depressão pode se manifestar, e os sinais variam muito de pessoa para pessoa, porém algumas características aparecem com mais frequência e algumas delas são:

  • Desânimo, cansaço e indisposição;
  • Ansiedade, preocupação, insegurança e indecisão; 
  • Sensação constante de culpa, inutilidade, incapacidade, desamparo e solidão;
  • Alteração no sono- tanto a insônia quanto o excesso de sono-, cansaço fora do normal;
  • Alteração no apetite- excesso ou falta dele;
  • Dificuldade de concentração e falhas na memória; 
  • Ideias de morte ou suicídio;
  • Tristeza e/ou irritabilidade persistente, inquietação e isolamento social; 
  • Perda da capacidade de sentir prazer nas atividade que antes gostava de fazer, seja no trabalho ou lazer, inclusive na vida sexual; 
  • Choro, insatisfação, afastamento das atividades sociais, perda de energia, preocupação excessiva com os problemas. 

Agora vamos listar as principais carreiras que causam depressão no trabalho. 

  • Telemarketing; 
  • Consultor de vendas;
  • Enfermeiras e cuidadoras de criança; 
  • Assistentes Sociais; 
  • Médicos; 
  • Professores; 
  • Profissionais de apoio administrativo ( Secretárias, atendentes)
  • Consultores financeiros e contabilistas; 
  • Garçons; 
  • Artistas e escritores; 

É importante ressaltar que esta é apenas uma listagem com algumas profissões que podem causar depressão no trabalho, lembrando o que de fato causa essa depressão é a forma de gerenciamento do chefe para o empregado, a competitividade no mercado, a busca para ter sua empresa reconhecida, para bater meta, para ganhar mais dinheiro e, nisso tudo os chefes e administradores das empresas, acabam esquecendo que estão lidando com humanos e não máquinas. 

O que fazer nestas situações? 

Antigamente as doenças psiquiátricas eram ignoradas pelas empresas que não reconheciam a gravidade e tratavam apenas como uma tristeza passageira ou como falta de interesse. 

É  muito comum até hoje os profissionais sofrerem em silêncio e serem demitidos por algo que não podiam controlar e, é por isso, que este assunto tem que ser mais comentado nas mídias, para quem sofre deste problema estar ciente dos seus direitos. 

Acreditamos que o fator principal para esta mudança diz respeito à criação de um ambiente de trabalho saudável, investir em programas de qualidade de vida, incentivar a realização de atividades físicas e criar ferramentas para denunciar os abusos.

Essas são apenas algumas das ferramentas que podem ser usadas para criar um bom clima organizacional. 

Mas é primordial a necessidade de acompanhamento profissional, existem algumas empresas que disponibilizam profissionais especializados a seus funcionários.

A depressão é uma doença que merece ser tratada e encará-la como realmente é , merece cuidados. 

Por Laís Oliveira. Jornal Contábil. 9.9.2020.

Factótum Cultural Ver tudo

Um Amante do Conhecimento e com o desejo de levá-lo aos Confins da Galáxia !!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: