Ir para conteúdo

A poesia da natureza

Olá, Leitor, tudo bem?

Escrevo este e-mail hoje inspirado em Rubem Alves e, talvez, em Malba Tahan. 

Gostaria de compartilhar com você um pouco da poesia da natureza.

Veja as árvores, elas não parecem ser um convite à reflexão?

Sempre crescem em direção à luz, erguem-se sobre densas raízes e são generosas de todas as formas. Seriam bons modelos?

Há mais: um lenhador avança com seu instrumento de corte.

As árvores, horrorizadas, percebem que o cabo que pode matar uma ou várias é, estranhamente, feito de madeira.

São matrizes do seu próprio fim.

Fornecem o lenho que gesta sua morte.

Árvore/Homem/Machado: tese, antítese e síntese que se repetem em toda vida.

Eu li Malba Tahan na infância e juventude.

Fico imaginando se ainda haverá quem se lembre das maravilhosas histórias matemáticas contadas por ele.

Descobri Rubem Alves depois e acabei conhecendo-o pessoalmente. 

Ambos eram brilhantes neste enfoque que, aqui, esbocei de forma tosca. 

A natureza como fonte de sabedoria é rica em metáforas.

Na verdade, antes dos dois brasileiros, o modelo parecia ser Jesus no Evangelho e suas metáforas agropastoris.

Exemplos? Os lírios do campo, o grão de mostarda, a tempestade, a ovelha perdida, o bom pastor.

A natureza estava diante dos que ouviam a pregação, e Jesus, bom professor, valorizava o que poderia ser reforço pedagógico imediato.

Retrocedendo mais 900 anos, vemos o salmo 23 falando de Deus como Pastor, a noite assustadora no vale e os desafios de existir em um mundo cheio de problemas.

No entanto, há quem possa estar cansado do mundo dos bichinhos e plantinhas.

Talvez você possa sugerir uma atualização:

“O Senhor é minha internet 5G, Ele nunca cairá. A graça de Deus é rápida como o cabo de fibra ótica! A oração é um SAC eficaz diretamente com o dono! E a mais forte prece: Deus é meu algoritmo!”

Bem… o Antigo Testamento foi redigido no exílio da Babilônia e não no Vale do Silício.

Ainda não há poesia nas máquinas, mas é curiosa a metáfora meteorológica: tudo está na nuvem.

#RecadoDaEquipeK:

Na última semana, os professores Leandro Karnal e Gabriela Prioli se reuniram para ministrar 3 aulas gratuitas.

Nestes encontros, eles debateram sobre assuntos atuais e relevantes que nos ajudam a compreender o mundo contemporâneo. 

“Como nossos dados são utilizados na era da internet?”

“Qual a importância da ciência e como debater com negacionistas?”

“É possível desenvolver o autoconhecimento através de uma boa leitura?” 

Esses foram apenas alguns dos temas propostos. Caso você ainda não tenha assistido às aulas, clique em algum dos botões abaixo para conferi-las.

AULA 01: COMO SE INFORMAR NA ERA DA DESINFORMAÇÃO?

AULA 02: COMO DEBATER COM UM NEGACIONISTA?

AULA 03: TORNA-TE QUEM TU ÉS

Neemias, aproveitamos este e-mail para convidar você a fazer parte do Clube do Livro 2022. 

As inscrições estão abertas e terminam amanhã.

Se você:

  • Precisa de um incentivo para colocar as suas leituras em dia;
  • Ama ler e quer fazer parte de uma comunidade de leitores para trocar suas impressões sobre os livros;
  • Quer se aprofundar e entender, de verdade, os assuntos tratados nos livros, contando com a visão de nossos professores e de especialistas nos assuntos;
  • Deseja evoluir pessoal e profissionalmente, com a ajuda dos livros;

O Clube do Livro certamente é o seu lugar.

Vamos combinar que ampliar seu conhecimento, fazer novas amizades e aprender com os professores Leandro Karnal e Gabriela Prioli é uma grande oportunidade, não é mesmo?

Para mais informações, clique no link abaixo:

QUERO SABER MAIS SOBRE O CLUBE DO LIVRO

Tenha um fim de semana inspirador!

Um grande abraço,

LK e Equipe K.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: