Ir para conteúdo

Romance distópico analisa a ascensão da China e a queda dos Estados Unidos

[Colocar ALT]
A família Mandible: 2029-2047, de Lionel Shriver (2021) / Crédito: Divulgação / Editora Intrínseca

“A família Mandible: 2029-2047”, de Lionel Shriver, apresenta um cenário futurístico caótico onde o dólar perde o valor e o território chinês se torna a maior potência mundial.

Recém-lançado pela Editora Intrínseca, o romance distópico “A família Mandible: 2029-2047”, da renomada escritora Lionel Shriver, trata-se de uma sátira sobre o fim da hegemonia global dos Estados Unidos.

Autora do livro que inspirou o aclamado filme “Precisamos falar sobre o Kevin”, LionelShriver, apresenta um olhar sagaz sobre a sociedade estadunidense da atualidade. 

“Um retrato profundamente assustador do quão depressa o status quo desmoronaria sem o dinheiro lubrificando as engrenagens”, escreveu a crítica do jornal britânico The Guardian. 

Ambientada nos Estados Unidos, a eletrizante obra tem início em 2029, num futuro distópico. Segundo o livro, este seria o ano em que se iniciaria uma Guerra Fria de nível global, que seria responsável por moldar novas estruturas da ordem socioeconômica das potências mundiais. 

A partir disso, novos eixos de poder seriam formados e a União Europeia seria desfeita. Em seguida, a China seria elevada ao patamar de maior potência econômica e política de todo mundo e como consequência o dólar seria desvalorizado.

“A inteligência, o humor mordaz e a perversidade da imaginação de Shriver compõem um romance tão perturbador quanto divertido”, publicou o Financial Times.

No lugar do dólar, uma nova moeda internacional seria criada, chamada bancor. Por meio de entrevistas instigantes, Shriver reforça a ideia de como é viver em um território onde a moeda perde seu valor. No entanto, ao mesmo tempo, ela mantém uma narrativa ficcional.

“Estou preocupada, a única coisa que fiz de errado foi situar o romance no ano de 2029. É provável que uma crise envolvendo o valor do dólar ocorra muito antes”, revelou a escritora. 

Diante deste cenário, a autora utiliza elementos distópicos para dar vida a sua obra. Por meio de uma narrativa envolvente e de personagens eletrizantes, ela revela, ainda, a possibilidade de um mundo em que a mudança climática arruinou as safras. Além disso, jornais importantes, como o The New York Times, deixam de existir.

“Equilibrando tragédia e um humor sarcástico, Shriver criou um pesadelo”, analisou o Sunday Express.

Este cenário caótico é contado a partir da história do patriarca Douglas Mandible, que, aos 97 anos precisa enfrentar um grande desafio. Diante de tudo o que acontece, o personagem se vê obrigado a sustentar sua família, mesmo correndo o risco de perder tudo o que conquistou ao longo de sua vida. 

Com tradução de Vera Ribeiro, a obra encontra-se disponível na Amazon, em formato Kindle e capa comum.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: