Ir para conteúdo

Livro escrito antes de Nietzsche sucumbir à loucura é relançado em edição comemorativa

Retrato de Friedrich Nietzsche (1844-1900), pelo artista Stoeving

Publicado pela primeira vez em 1888, Crepúsculo dos ídolos, reúne as principais obras do filósofo

Lançada originalmente em 1888, Crepúsculo dos ídolos, foi a penúltima obra escrita pelo filósofo Friedrich Nietzsche, com o objetivo de reunir os principais conceitos da filosofia em um único só material introdutório. Relançado em junho deste ano, pela editora dos clássicos, a Edipro, este livro apresenta uma nova tradução, feita pelo pensador contemporâneo Saulo Krieger, membro do Grupo de Estudos Nietzsche.

Esta obra foi escrita pouco antes do filósofo ficar com a saúde debilitada e, posteriormente, enlouquecer. Em Crepúsculo dos ídolos o autor buscou traçar um raciocínio crítico das ideias e moralidades presentes na vida cotidiana da época. Por meio de uma análise minuciosa, o autor foi capaz de quebrar com paradigmas filosóficos, questionando a legitimidade de personalidades consideradas intocáveis. 

A partir da ideia de que “há mais ídolos do que realidades no mundo”, o autor desmistifica os ícones e principais pensadores de sua época, sendo eles desde a filosofia clássica greco-romana até o sistema educacional alemão.

[Colocar ALT]
Obra Crepúsculo dos ídolos, de Friedrich Nietzsche / Crédito: Divulgação / Amazon

Para Nietzsche a obra Crepúsculo dos ídolos trata-se, portanto, da ideologia inicial que introduz os leitores para a sua formidável filosofia. Em suma, é uma síntese de todos os livros desse pensador.

“Vendo de modo mais preciso, o que produz tais efeitos é a guerra, a guerra pelas instituições liberais, a qual, por ser guerra, faz perdurar os instintos não liberais. E a guerra educa para a liberdade. Então o que é liberdade?! Ter vontade de autorresponsabilidade. Manter a distância que nos separa. Fazer-se indiferente à fadiga, à dureza, à privação, mesmo à vida. Estar disposto a sacrificar homens à sua causa, incluindo a si mesmo”, trecho retirado da página 94 da obra Crepúsculo dos ídolos. 

É neste cenário que Nietzsche revela as contradições e ilusões antigas do Ocidente, geradas a partir dos falsos ídolos históricos. O filósofo nomeou, ainda, este pensamento como “muletas metafísicas”, pois percorre séculos de conhecimento, questionando Sócrates, Rousseau, Dante e Kant.

Disponível em pré-venda na Amazon, este livro é essencial para quem busca conhecer a filosofia niilista, centrada no senso crítico e na defesa das próprias convicções. Traduzido para o português pelo pesquisador, Saulo Krieger, este é o terceiro trabalho de Nietzsche a integrar o catálogo da Edipro, que já conta com as obras Além do Bem e do Mal e Assim falou Zaratustra, também disponíveis na Amazon.


+Saiba mais sobre Friedrich Nietzsche por meio de obras disponíveis na Amazon:

Crepúsculos dos ídolos, de Friedrich Nietzsche (2020) – https://amzn.to/3frcJH1

Assim falou Zaratustra, de Friedrich Nietzsche (2020) – https://amzn.to/2WsWd2N

Friedrich Nietzsche, de Friedrich Nietzsche (2016) – https://amzn.to/2T2E1e4

Introdução ao estudo dos diálogos de Platão, de Friedrich Nietzsche (2020) – https://amzn.to/2YVg2RY

O Anticristo: Maldição ao Cristianismo, de Friedrich Nietzsche (2020) – https://amzn.to/2LnJDeD

Aventuras na História. 15.6.2020.

Factótum Cultural Ver tudo

Um Amante do Conhecimento e com o desejo de levá-lo aos Confins da Galáxia !!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: