Ir para conteúdo

Nietzsche sem filtro: obra reúne clássico da filosofia moderna

[Colocar ALT]
Obra Assim falou Zaratustra (2020) / Crédito: Divulgação / Amazon

Disponível na Amazon, o livro Assim falou Zaratustra satiriza passagens e parábolas bíblicas

Lançada em março deste ano pela Editora Edipro, a obra Assim falou Zaratustra, do renomado filósofo Friedrich Nietzsche, apresenta a trajetória de Zoroastro, estudioso persa que atuou na área da Filosofia durante o século 7 a.C. Por meio de uma linguagem poética e imagens esclarecedoras, Nietzsche aborda questões polêmicas sobre a sociedade antiga.

Friedrich Nietzsche (1884-1900) foi um grande filósofo, escritor e crítico cultural alemão do século 19. Conhecido pela sentença Deus está morto, tornou-se um dos maiores críticos da religião e moral, utilizando a metáfora, ironia e aforismo como formas de propagar suas ideias. 

A nova edição lançada pela Editora Edipro reúne em um único volume, as quatro partes que compõem a obra publicada originalmente em 1883. Com tradução do pesquisador do Grupo de Estudos Nietzsche, Saulo Krieger, este livro apresenta discursos e imagens poéticas que Nietzsche utilizou para satirizar passagens e parábolas bíblicas. 

“Achei-o útil e esclarecedor (assim falou Zaratustra) em vários aspectos no tocante, certas coisas que ele diz e temas que o filósofo desenvolve ali, e considero familiaridade com tal obra algo de essencial para compreendê-lo”, disse o filósofo americano e professor emérito da Universidade de Illinois, Richard Schacht.

Considerado um clássico da Literatura, esta obra, assim como seu autor, influenciaram gerações, rompendo com paradigmas sociais e filosóficos. Esta edição já encontra-se disponível na Amazon, sendo uma leitura de extrema importância para estudiosos da área, ou apreciadores da Filosofia. 

Confira um trecho retirado da obra: 

“Transcenderia em muito nosso objetivo aqui, de apresentar o Zaratustra em seus principais temas e mais algumas possíveis chaves de interpretação, realizar um procedimento exaustivo de desvelar o repertório aparentemente infinito das alusões aí presentes. Deixemos esse labor a ruminar para o leitor atilado, aquele mesmo que Nietzsche se comprazia em manter, tendo enganado ou enfastiado os demais. Invertendo estratégia e perspectiva, mais razoável e mais fecundo para nossas pretensões e proporções aqui talvez fosse tomar o sentido contrário e principais pelo mais expresso e mais visível: com o anúncio de Assim falou Zaratustra pelo próprio Nietzsche. No último aforismo da obra que imediatamente o antecede — trata-se do aforismo 342, no final do quarto livro d’A gaia ciência —, o filósofo traz o início da obra que virá a seguir intitulado o aforismo Incipit tragoedia (…)”


+Saiba mais sobre esta e outras de Friedrich Nietzsche disponíveis na Amazon: 

Assim falou Zaratustra, de Friedrich Nietzsche (2020) – https://amzn.to/2WsWd2N

Friedrich Nietzsche, de Friedrich Nietzsche (2016) – https://amzn.to/2T2E1e4

Introdução ao estudo dos diálogos de Platão, de Friedrich Nietzsche (2020) – https://amzn.to/2YVg2RY

O Anticristo: Maldição ao Cristianismo, de Friedrich Nietzsche (2020) – https://amzn.to/2LnJDeD

Crepúsculo dos ídolos, de Friedrich Nietzsche (2017) – https://amzn.to/362Fq9R

Aventuras na História. 13.5.2020.

Factótum Cultural Ver tudo

Um Amante do Conhecimento e com o desejo de levá-lo aos Confins da Galáxia !!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: