Ir para conteúdo

Claude Monet – 150 imagens para ver e baixar

O pintor francês Claude Monet (1840-1926) é considerado o maior representante do impressionismo, um movimento surgido em Paris no século XIX que buscava romper com imposições acadêmicas e produzir um novo tipo de arte. 

Uma obra impressionista deve, acima de tudo, ter um compromisso com o presente. Através de um olhar desprovido de preconceito e subjetivismo, o artista retrata suas impressões iniciais do tema observado, enfatizando principalmente a luminosidade.

Esta perspectiva se opunha à produção artística da época, influenciada pelo realismo e pelo romantismo. O realismo se preocupava com a perfeição da imagem e o romantismo era carregado de subjetivismo, transmitindo os valores do autor — nesse caso, valores políticos e filosóficos da época.

O impressionismo, encabeçado por Claude Monet, destoava disso tudo. Um quadro impressionista é contemplativo; não se preocupa com exatidão da imagem ou difusão de ideias. Pretende não apenas registrar as impressões do autor, mas também transmitir sensações no observador.

Paisagens iluminadas eram o tema preferido de Claude Monet. Buscava retratar a natureza e a vida de forma objetiva, produzindo suas pinturas ao ar livre para captar as melhores condições de luz.

Monet procurava incansavelmente paisagem e luz perfeitas, chegando a criar um sofisticado jardim em sua casa com esse objetivo — ao qual dedicava cuidado obsessivo. Neste jardim, construiu uma ponte japonesa que foi tema de algumas de suas telas mais famosas.

Inicialmente o impressionismo recebeu críticas negativas que comparavam suas telas a borrões. Entretanto, foi uma dessas críticas que deu nome ao movimento.

A obra de Monet Impressão, nascer do sol, recebeu um comentário pejorativo do escritor e jornalista Louis Leroy, afirmando que as pinceladas suaves do quadro lhe causaram uma “impressão que lhe deixou impressionado”, concluindo que um papel de parede seria mais elaborado. Apesar do tom irônico, Monet e outros artistas adotaram a expressão para batizar o movimento.

Os artistas impressionistas formaram um grupo alternativo, expondo suas obras em mostras independentes, já que muitas exposições recusavam suas telas.

Entre 1874 e 1886 organizaram oito mostras. O fracasso inicial de público e crítica lançaram Monet em uma crise financeira, mas, apesar disso, se manteve fiel aos princípios do impressionismo.

A partir de 1880, o interesse pelas obras impressionistas aumentou, entretanto, somente a partir de 1899 — depois de muito trabalho árduo — Claude Monet transformou-se em um mestre cultuado. Posteriormente, suas obras seriam consideradas a essência do espírito francês.

CLIQUE AQUI para acessar o post original e veja 150 obras de Claude Monet

Abraços,
Alfredo Carneiro, Editor do netmundi.org.

Factótum Cultural Ver tudo

Um Amante do Conhecimento e com o desejo de levá-lo aos Confins da Galáxia !!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: