Ir para conteúdo

Evite essas táticas de flerte se você quer conquistar alguém

Evite essas táticas de flerte se você quer conquistar alguém Imagem: Pexels

Baixa autoestima e abordagem ‘grudenta’ são alguns dos problemas que você deve evitar na hora do flerte.

Não existe uma forma correta de flertar. Ao mesmo tempo em que cantadas e brincadeiras podem ser muito divertidas e agradar um grupo de pessoas, outras podem achar desagradável e totalmente sem graça. De qualquer forma, algumas dicas que podem te auxiliar no que fazer e no que não fazer quando estiver em um encontro.

Cientistas da Universidade de Nicósia, em Chipre, descobriram as 11 táticas de flerte mais desanimadoras, que eles consideram como ‘baldes de água fria’ para muitas pessoas. Entre elas estão ser muito sensível ou muito grudento. Veja as outras a seguir, retiradas do texto publicado no Metro Reino Unido (em inglês).

  • Abordagem ‘grudenta’;
  • Má higiene;
  • Falta de interesse exclusivo;
  • Visões diferentes;
  • Vocabulário vulgar;
  • Falta de inteligência;
  • Narcisismo;
  • Falta de humor e autoestima;
  • Intimidade excessiva;
  • Ter uma aparência simples
  • Mesquinhez.

Durante a pesquisa, publicada emPersonality and Individual Differences (em inglês), mais de 200 participantes receberam questionários abertos sobre as táticas de flerte que consideram mais desanimadoras e as repostas foram testadas com outro grupo de 700 participantes, que avaliaram quão desanimadores eles achavam cada traço de personalidade. Os resultados mostraram ‘uma abordagem viscosa’ ou grudenta como sendo a mais desanimadora, seguida por má higiene e falta de interesse exclusivo. Pontos de vista diferentes, vocabulário vulgar e falta de inteligência foram os próximos, seguidos de narcisismo, falta de humor, baixa autoestima e intimidade excessiva.

“As pessoas podem se tornar iniciadores de flerte mais eficazes se trabalharem em sua abordagem, evitando, por exemplo, comentários melosos e sexistas, tocando e sendo muito íntimos e evitando também flertar com mais de um indivíduo por vez”, escreveu um dos pesquisadores.

O estudo também mostrou que as mulheres são mais sensíveis a estas abordagens. “Uma razão é que as mulheres carregam uma parcela maior do investimento obrigatório dos pais na criação dos filhos, então elas enfrentam um risco maior do que os homens se cometerem um erro na escolha do parceiro. Assim, as mulheres evoluíram para serem mais seletivas e avessas ao risco do que os homens, o que se reflete em sua maior sensibilidade aos transgressores, sugerem os pesquisadores.

Metro. 28.4.2022.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: