Ir para conteúdo

Ser cínico é viver como um cão de rua

Ser cínico seria viver como um cão, uma observação curiosa é a de que, nos dias atuais, essa referência não faz mais sentido (Reprodução)

O cinismo é um dos comportamentos mais detestados, mas, no passado, não era bem assim. Sendo uma das correntes éticas da filosofia helenística, suas principais ideias também estavam relacionadas aos primórdios do cristianismo. No final do século V a.C., ela surgiu com Antístenes. O termo cinismo vem da palavra kinos, que em grego significa cão. A justificativa para o nome reside no fato de o fundador dessa corrente filosófica usar um ginásio público grego, chamado Cinosarges, como local para ensinar as suas pregações filosóficas. Cinosarges significa o “lugar do cachorro branco”. Posteriormente, o termo cínico foi atribuído de modo depreciativo aos praticantes dessa filosofia, por eles viverem como animais. Curiosamente, os adeptos do cinismo gostaram dessa comparação e a adotaram em sua filosofia e prática de vida.

Dessa forma, ser um cínico seria viver como um cão, ou seja, com o mínimo necessário. Uma observação curiosa é a de que, nos dias atuais, essa referência não faz sentido, pois os animais de estimação são bem tratados. Exceto, é claro, os vira-latas. Para os cínicos, felicidade era viver segundo a natureza. E na busca de atingir esse objetivo, o ser humano deveria mirar a virtude. E a virtude estava em abrir mão de qualquer coisa que não fosse natural. Dessa forma, todos eles viviam como mendigos. Diógenes de Sinope (412-323 a.C.) é considerado o maior expoente do cinismo. Ele viveu como um cão, não se importava com convenções sociais. Alguns pesquisadores acreditam que Jesus Cristo foi uma espécie de cínico judeu. São vários os relatos de relações entre os primeiros cristãos e filósofos cínicos. Mesmo assim, o cristianismo não é uma espécie de religião dos cínicos, visto que uma das principais atitudes cínicas é o afrontamento aos costumes sociais, severamente criticado pelos cristãos.

O pensamento cínico foi revisitado no século XIX e empregado para cunhar o termo tal como o conhecemos hoje. Cinismo, atualmente, é a atitude de desconfiança que temos de alguém porque não acreditamos nas motivações que levaram aquela pessoa a pensar e agir daquela forma. O termo cínico também pode se referir a alguém que não segue os padrões sociais e regras morais estabelecidas, sendo, portanto, capaz de fingimento em suas atitudes. Como podemos ver, ficou para os dias atuais uma interpretação negativa da filosofia cínica. Apenas a parte da atitude crítica foi preservada e reformulada. O objetivo do cinismo, que era a busca da felicidade pela virtude, acabou sendo ignorado.

Correio Popular. 24.4.2022.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: