Ir para conteúdo

Atividade física reduz risco de depressão na adolescência

Atividade física reduz risco de depressão na adolescência

Bastam exercícios ‘leves’.

A ciência já tinha comprovado que exercícios aeróbicos moderados ou mais intensos melhoram o sono, reduzem a pressão sanguínea, protegem contra doenças cardíacas, diabetes e câncer, reduzem o stress, melhoram o humor, e combatem a ansiedade e a depressão.

É especialmente importante na adolescência, onde os primeiros sinais de depressão geralmente começam. Mas, a menos que o seu filho seja um atleta, pode ser difícil afastá-lo do celular. 

Mas um novo estudo tem boas notícias: até exercícios ‘leves’ podem ajudar a proteger as crianças contra o desenvolvimento de depressão. O estudo, publicado na revista Lancet Psychiatry, descobriu que 60 minutos de ‘movimentos simples’ diários, aos 12 anos, estavam ligados a uma redução média de 10% na depressão aos 18 anos.

Os tipos de movimento são variados: de corrida, ciclismo e caminhada, às tarefas da escola, de casa, colorir ou tocar um instrumento.

“Não são apenas as formas de atividade mais intensas que são boas para a nossa saúde mental”, disse Aaron Kandola, doutorado em psiquiatria na University College London e principal autor do estudo, em comunicado, divulgado pela CNN.  

Notícias ao Minuto. 12.2.2020.

Factótum Cultural Ver tudo

Um Amante do Conhecimento e com o desejo de levá-lo aos Confins da Galáxia !!!

Um comentário em “Atividade física reduz risco de depressão na adolescência Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: