Notícias

Roger Scruton fala sobre família, socialismo e redes sociais no Fronteiras do Pensamento

Isadora Neumann / Isadora Neumann
Scruton abordou os “sentidos da vida” em sua palestra
Isadora Neumann / Isadora Neumann
Filósofo britânico esteve em Porto Alegre nesta segunda-feira (1º)

Roger Scruton não fugiu do complicado tema escolhido para a edição de 2019 do Fronteiras do Pensamento. Os “sentidos da vida” estão no centro do debate proposto pelo ciclo de conferências deste ano, e foi sobre o assunto que o filósofo britânico falou em sua palestra em Porto Alegre, nesta segunda-feira (01).

Na primeira parte da conferência, Scruton se ateve à leitura de um texto criado especialmente para o evento, no qual discorria sobre o sentido da vida a partir de sua experiência familiar, principalmente em relação à sua mãe. Tímida e reclusa, casou-se com um homem enérgico, um operário ligado a movimentos sindicais, que desvalorizava as qualidades da mulher e dos filhos. Quando foi acometida por um câncer de mama, pareceu despertar de um torpor afetivo que a acompanhou ao longo do crescimento dos filhos.

— Um dia, eu e minha irmã estávamos visitando minha mãe no hospital. De repente, ela olhou para nós e disse: “Minha vida foi um fracasso”. É claro que tratamos de consolá-la, mas ela logo respondeu: “Eu preciso dizer a vocês que fracassei ao passar todos esses anos sem ter conseguido dizer e demonstrar o quanto amo vocês” — lembrou Scruton.

Anos mais tarde, o filósofo recordou a experiência ao refletir sobre o modo como a relação com o próximo pode trazer novos significados para a vida: 

— Nossa busca pelo sentido da vida é uma busca pelo encontro com o próximo. Descobrimos esse sentido não por meio das nossas escolhas individuais, mas por aceitar com compaixão aqueles que estão em torno de nós. 

Conhecido expoente do conservadorismo, Scruton não deixou de lado críticas ao socialismo ao tratar das relações interpessoais. Para ele, experiências no Leste Europeu demonstraram que os governos socialistas despersonalizam responsabilidades e relações humanas. Escolhas individuais passam a ser explicadas por meio de relações econômicas de poder, que necessitam da mediação do Estado.

— Nesse tipo de governo, o próximo é sempre encarado com desconfiança, como um possível traidor dos valores guardados pelo Estado — avaliou.

A segunda parte da conferência foi pautada por perguntas da plateia. O filósofo não se negou a responder nenhuma questão, mas muitas receberam apenas comentários curtos e evasivos. Sobre a chegada constante de imigrantes à Europa, ele culpou o “politicamente correto” pelo avanço lento nas discussões sobre o tema:

— O politicamente correto não permite que se fale abertamente sobre o assunto. 

O uso político das redes sociais também foi tópico de algumas perguntas. Para Scruton, as redes sociais têm colaborado para o isolamento das novas gerações, que passam a ter dificuldade de conviver com opiniões diferentes:

— Se você tem uma questão e quer respondê-la, a melhor forma de alcançar seu objetivo é discuti-la, principalmente com quem discorda de você. É assim que você afina seus argumentos e aumenta seu entendimento da realidade. Hoje vivemos em um mundo em que as pessoas entram nas redes sociais para encontrar gente que concorda com elas. Se você discorda de uma opinião é logo tratado como um “fóbico”. Isso tornou qualquer discussão praticamente impossível.

Fronteiras do Pensamento Porto Alegre é apresentado por Braskem, com patrocínio Unimed Porto Alegre e Hospital Moinhos de Vento, parceria cultural PUCRS, e empresas parceiras Unicred e CMPC. Universidade parceira UFRGS e promoção Grupo RBS.

Próximos convidados

– 19 de agosto – Denis Mukwege
– 2 de setembro – Janna Levin
– 23 de setembro – Werner Herzog
– 21 de outubro – Contardo Calligaris
– 11 de novembro – Luc Ferry

Fronteiras do Pensamento 2019

Ciclo de conferências entre 13 de maio e 11 de novembro, sempre às segundas-feiras, às 19h45min. 

Salão de Atos da UFRGS (Paulo Gama,110), exceto no dia 21/10, que será no Salão de Atos da PUCRS (Av. Ipiranga, 6.681, prédio 4).
Ingressos: pacote para as seis conferências a R$ 1.410 e  R$ 2.245 (vip pass, com acesso à sala vip, coquetel e outras vantagens). Valores parcelados em até cinco vezes sem juros no cartão de crédito. Vendas em  sympla.com.br. Vagas limitadas. Informações no portal fronteiras.com  e pelo telefone 4020.2050.

Gaúcha ZH. 2.7.2019.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.